Publicado por: Agenda 21 de Fortaleza | 25/10/2011

Fórum da Agenda 21 se reúne hoje para escolher consultoria


O Fórum da Agenda 21 de Fortaleza se reúne hoje às 14:30 h na sede da Secretaria de Meio Ambiente de Fortaleza (Av. Dep. Paulino Rocha, 1343 – Cajazeiras) para escolher a consultoria que realizará o inventário ambiental do Plano Diretor de Arborização Urbana.
O Grupo de Trabalho do Fórum destacou um relator para apresentação do parecer que avaliou as propostas da Universidade Federal do Ceará UFC e da Universidade Estadual do Ceará – UECE.

Anúncios
Publicado por: Agenda 21 de Fortaleza | 19/09/2011

Reunião do Fórum da Agenda 21 no dia 20 de setembro (terça-feira)

Convidamos os integrantes do Fórum da Agenda 21 de Fortaleza e demais interessados para a reunião do Fórum que acontecerá no dia 20 de setembro, às 14:30 h, no auditório da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Controle Urbano – SEMAM, localizado na Av. Paulino Rocha, 1343, Cajazeiras.
A pauta é o Plano Municipal de Arborização de Fortaleza e as últimas notícias relacionadas ao processo.

A reunião aconteceu na sede da Empresa Municipal de Limpeza e Urbanização - EMLURB

Na quinta-feira, dia 08 de setembro, o coordenador do Fórum da Agenda 21 de Fortaleza, Rafael Tomyama, reuniu-se com o cônsul honborário da Alemanha, Dieter Gerding, para discutir o Plano Diretor de Arborização e outros assuntos relacionados.
A intenção é estabelecer futuras parcerias para a implementação do plano em Fortaleza.

Publicado por: Agenda 21 de Fortaleza | 08/09/2011

Nova página no Facebook.

A CPA ( Coordenadoria de Políticas Ambientais) da SEMAM (Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Controle Urbano), agora dispõe de uma página no Facebook, onde é possível acompanhar o trabalho realizado pela equipe, sendo ele nas vertentes da Educação Ambiental, Participação Democrática, Resíduos Sólidos e Áreas Verdes. O intuito é tornar a população a par das atividades realizadas pela Prefeitura de Fortaleza, através desse orgão público e coletar o maior número de notícias e informações a respeito das políticas ambientais.

http://www.facebook.com/pages/Coordenadoria-de-Pol%C3%ADticas-Ambientais-SEMAM/199524596777193?sk=wall

Publicado por: Agenda 21 de Fortaleza | 25/08/2011

Plantio na avenida Leste Oeste

A Avenida Leste Oeste será contemplada com o plantio de árvores nativas e ornamentais. Para executar este serviço, desde a última quinta-feira (18), a Empresa Municipal de Limpeza e Urbanização (Emlurb) iniciou a preparação da via que receberá carnaubeiras, palmeiras, catolé, umbuzeiros, paineiras, lacres, mini-lacres e bougainville em toda sua extensão. Uma equipe de dez homens está trabalhando na limpeza e adubação do local, das 7 às 17 horas. A previsão para a conclusão do plantio é final de setembro.

A ação, além de aumentar cada vez mais a área verde da cidade, funciona como uma estratégia para que a população deixe de depositar lixo no canteiro central, já que em locais arborizados a incidência da destinação inadequada é bem menor.

De janeiro a julho deste ano, a Emlurb já realizou o plantio de, aproximadamente, 2650 árvores em Fortaleza, número que ultrapassa o de cortes, que está entre 90 e 100 por mês. É importante salientar que, para cada árvore cortada em nossa cidade, a Prefeitura realiza o plantio de, no mínimo, duas, não necessariamente no mesmo lugar. As mudas utilizadas no plantio da Av. Leste Oeste serão fornecidas pelo Horto Municipal Falconete Fialho, que produziu nesse primeiro semestre, cerca de 25 mil mudas.

:: Saiba Mais
O Horto Municipal Falconete Fialho, localizado no Parque Ecológico do Passaré, possui uma área de 11,5 hectares onde são cultivados mais de 400 espécimes vegetais, entre elas mudas florestais, frutíferas, ornamentais e típicas da caatinga. Ele fica localizado na Rua Paroarás, 100, e funciona de segunda a sexta-feira, das 8 às 15 horas, e a entrada é gratuita.

Fonte: Site da Prefeitura Municipal de Fortaleza – http://www.fortaleza.ce.gov.br/index.php?option=com_content&task=view&id=16588&Itemid=78

Publicado por: Agenda 21 de Fortaleza | 22/08/2011

últimas notícias sobre o plano diretor de arborização de Fortaleza

A coordenação do Fórum da Agenda 21 reuniu-se na Secretaria de Meio Ambiente – SEMAM na terça-feira dia 16/08 para tratar do lançamento dos trabalhos do Plano Diretor de Arborização (nova data a ser definida).
Estamos na fase de contratação da consultoria que irá fazer o levantamento da cobertura vegetal da cidade.

A reunião começou com os informes: Eugênio Paccelli (Comissão de Meio Ambiente da Assembleia Legislativa do Ceará) falou da iniciativa da Assembleia para coleta seletiva de seus resíduos. Flávia Oliveira (SEMAM) falou do caderno especial em comemoração aos 61 anos do Conselho de Economia, encartado no jornal O Povo do último domingo, e que falava da Agenda 21 de Fortaleza. Informou ainda que o site da SEMAM dispõe agora de espaço para denúncias ambientais. Rafael Tomyama (SEMAM) informou que a SEMAM está conduzindo o processo para eleição das entidades que irão compor o Conselho Gestor das Unidades de Conservação da Sabiaguaba.

Encerrado os informes, apresentou o calendário de reuniões do Fórum para o segundo semestre de 2011, o qual foi aprovado pela coordenação. Fez uma retrospectiva do processo de construção do Plano e pediu que cada entidade da coordenação do Fórum busque garantir a presença de pessoas com afinidade a arborização no evento de lançamento.

Contamos com a presença dos representantes da SEMAM, Instituto Brasileiro de Defesa da Cidadania – IBRADEC, Conselho Estadual de Políticas e Gestão de Meio Ambiente – CONPAM, que são entidades que compõe a coordenação, além da Federação de Bairros e Favelas, Assembleia Legislativa e Secretaria de Cultura de Fortaleza – SECULTFOR, as demais integrantes do Fórum.

A coordenação do fórum se reunirá no dia 16 de agosto, terça-feira, às 14:30h, na sala da Coordenadoria de Políticas Ambientais – CPA da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Controle Urbano – SEMAM, sito à Av. Paulino Rocha, 1343, Cajazeiras, nesta capital, para tratar dos seguintes pontos de pauta:

– Informes;
– Calendário de reuniões no segundo semestre de 2011;
– Lançamento do processo de elaboração do Plano Municipal de Arborização de Fortaleza;
– Encaminhamentos.

Publicado por: Agenda 21 de Fortaleza | 08/08/2011

Clipping de notícias sobre arborização em Fortaleza

Secretário da SEMAM, Deodato Ramalho, em atividade de educação ambiental

Cinco ações compensatórias serão realizadas por empresas da construção civil para revitalizar áreas verdes

A Secretaria Municipal do Meio Ambienta (Semam) e empresas da construção civil lançaram ontem, no Bairro Jangurussu, ações que serão desenvolvidas para compensar as áreas verdes degradadas da cidade. Um fato que contribuiu para avançar o debate foi a derrubada, em março deste ano, de 52 árvores num terreno localizado na Aldeota, na confluência da Av. Santos Dumont com Virgílio Távora.

Entretanto, o titular da Semam, Deodato Ramalho, deixa claro que as cinco ações compensatórias a serem desenvolvidas nos próximos sete meses nada tem a ver com o caso do terreno na Av. Santos Dumont. Elas dizem respeito aos 0,5% que as empresas têm que pagar sobre cada obra realizada, referente a Lei de Licenciamento Ambiental. “Não é punição, se elas quisessem não teriam firmado esse acordo com a Semam”.

As empresas ligadas ao Sindicato das Indústrias da Construção Civil (Sinduscon) estão respaldadas por uma liminar concedida em 2009, pela 1ª Vara da Fazenda Pública, que prevê a isenção dos 0,5% à Prefeitura.

Ações

As ações serão realizadas simultaneamente. A primeira delas no Jangurussu, onde a Prefeitura promete criar um parque com 1.500 árvores frutíferas, ornamentais e arbustos no entorno do aterro do antigo lixão. O Parque Rio Branco, situado na Av. Pontes Vieira, deverá passar por um processo de reurbanização e receber 200 mudas de árvores.

Na Lagoa do Opaia, no bairro Vila União, garante que as obras serão de revitalização e reestruturação, com plantio de 300 mudas e mil arbustos ornamentais. A parceria estabelecida entre Semam e as três empresas promete financiar a elaboração do Plano Diretor de Arborização Urbana de Fortaleza e o Plano de Educação Ambiental da construção civil.

As cinco ações serão executadas pelas empresas: Rossi, Diagonal e BSpar, com investimento na ordem de R$ 840 mil. Pelo acordo, o plano de arborização será executado pelas empresas e a Prefeitura ficará responsável por realizar o Termo de Referência – espécie de guia a ser seguido pelas empresas – fiscalizar e atestar o que de fato foi feito.

Fábio Albuquerque, diretor de incorporações da BSpar, destaca que esse apoio é uma oportunidade ímpar para que a empresa reforce as ações ambientais diante das intervenções no tecido urbano da cidade. Porém, ele ressalta que a articulação com o setor público não é o único caminho que a que a empresa tem adotado para fortalecer a sua responsabilidade social. “Os empreendimentos se caracterizam pela aplicação de técnicas sustentáveis, utilização de materiais ecológicos e na oferta de estruturas que possam contribuir para a preservação do meio ambiente”.

Lançamento

Moradores do Jangurussu ficaram divididos com as novidades. Kelcilene da Silva, 36, trabalha na cooperativa do bairro e disse que quando estiver tudo pronto vai ser bom. Mas, se será mantido é o que ela não sabe.

“Falta conscientização da comunidade, que não respeita o meio ambiente”. Apesar disso, a moradora afirma que espera que o projeto dê certo para melhoria da comunidade. Obras de infraestrutura, como saneamento básico e asfalto, são outras demandas do bairro, destaca.

LUANA LIMA
REPÓRTER

DEFASAGEM
Capital possui 3,4m² arborizados/hab

Fortaleza. conta apenas com 3,4 m² de área verde por habitante, quando a Organização das Nações Unidas (ONU) recomenda que sejam 12m². É o que afirma a professora do Departamento de Geografia da Universidade Federal do Ceará (UFC), Clélia Lustosa. Na opinião da especialista, o ideal é não devastar o meio ambiente, pois Fortaleza já conta com pouco verde.

No caso das áreas já degradados, ela acredita que as ações compensatórias são uma solução. Mas, questiona: “Será que podem evitar futuras devastações de coberturas verdes?”.

Para a professora, a relação entre qualidade de vida e condições ambientais já foi incorporado no discurso de políticos, administradores e professores, e está contribuindo para a mudança de mentalidade da população. O que está faltando, porém, é que os discursos se transformem em prática, impedindo a degradação ambiental.

“A eliminação de áreas verdes, já tão diminutas na Capital, acompanhadas da impermeabilização do solo e subsolo, e o asfalto provocam a formação de ilhas de calor, gerando desconforto térmico”, esclarece Clélia.

A especialista defende que a aplicação de medidas compensatórias sejam rigidamente cumpridas e fiscalizadas pela população, visando recuperar a qualidade de vida em outras áreas degradadas de Fortaleza, que foram ocupadas sem vigilância do poder público. Como exemplo ela cita o aterro do Jangurussu e da Lagoa do Opaia, cujos entornos são ocupados por populações vulneráveis. Outro que merece mais investimentos em sua preservação e recuperação é o Parque Rio Branco.
——————————————————————————–

http://diariodonordeste.globo.com/materia.asp?codigo=1013987

Publicado por: Agenda 21 de Fortaleza | 08/08/2011

Reunião do Fórum da Agenda 21 no dia 26.07


O Fórum foi a COELCE pegar o material técnico referente à arborização e discutir outros assuntos relacionados, como a poda e a fiação nas ruas. A empresa está encaminhando o produto da poda para a fabricação de briquetes, utilizados em fornos, em substituição à lenha. Edilene Oliveira (SEMAM) disse que paralelamente ao trabalho para o Plano Diretor, está em execução os projetos para paisagismo e arborização das seguintes áreas: Parque Rio Branco, Jangurussu, Lagoa do Opaia, além do programa de educação ambiental para a construção civil de Fortaleza, todos com recursos garantidos.
Estiveram presentes na reunião os representantes das seguintes entidades do Fórum: Secretaria de meio ambiente – SEMAM, Secretaria de finanças – SEFIN, Empresa de limpeza urbana – EMLURB, universidade de Fortaleza – UNIFOR, Conselho de Políticas de Meio Ambiente – CONPAM, Secretaria de Saúde – SMS, Instituto de Defesa da Cidadania – IBRADEC, Movimento Pró-parque.

Publicado por: Agenda 21 de Fortaleza | 08/08/2011

Reunião do GT do Plano Diretor de Arborização de Fortaleza no dia 19.07


O Fórum da Agenda 21 reuniu-se para discutir a 1ª etapa do Plano Diretor de Arborização de Fortaleza, que está prevista para ser concluída até dezembro de 2011. Algumas parcerias estão sendo articuladas, tais como a COELCE, que se disponibilizou para ceder material técnico para o inventário. Rafael Tomyama (SEMAM) sugeriu a realização de um evento para apresentação do Plano para a sociedade, na ocasião da conclusão dos trabalhos.Estiveram presentes na reunião os representantes das seguintes entidades do Fórum: Secretaria de meio ambiente – SEMAM, Secretaria de finanças – SEFIN, Empresa de limpeza urbana – EMLURB, Universidade Federal – UFC, Defesa Civil, Secretaria de Saúde – SMS, Instituto de Defesa da Cidadania – IBRADEC.

« Newer Posts - Older Posts »

Categorias